Cresce o número de famílias endividadas em Chapecó

0
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O número de endividados em Chapecó cresceu entre agosto e setembro. Os dados fazem parte da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (Peic), realizada através de parceria entre o Sicom e a Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio/SC). A pesquisa aponta que o principal fator responsável pelas dívidas dos chapecoenses são os carnês.  O percentual aumentou de 34,8%, registrados em agosto, para 38% em setembro.

De acordo com o levantamento, 14,2% das famílias endividadas possuem contas em atraso, enquanto 9,8% não terão condições de pagar as dívidas. Apesar das dívidas, os dados coletados registram que 62% dos chapecoenses entrevistados não estão com seus pagamentos atrasados.

Quanto ao tipo de dívida existente, das famílias chapecoenses entrevistadas 59,4% afirmaram que têm compromissos com carnês. Outras, na ordem de 21,3%, indicaram que estão comprometidas com financiamento de carro, enquanto 19,4% possuem compromisso com cartão de crédito, 17,7% com financiamento de casa e 15,5% com o crédito pessoal. Por serem dívidas de longo prazo, 37,1% indicam que levarão mais de um ano para quitá-las, enquanto outros 20,3% irão levar até três meses.

De acordo com a pesquisa, 65,5% afirmam que serão necessários acima de 90 dias para quitar suas dívidas. Outros 27,6% devem realizar os pagamentos de 30 a 90 dias e 6,9% em até 30 dias. Entre os grupos familiares endividados, 52,1% têm entre 11% e 50% da renda comprometida com as dívidas e 15,1% afirmou que possui menos de 10% das receitas comprometidas.

Compartilhar

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Sign up to our newsletter!