Faturamento da produção agropecuária de SC deve superar R$ 28 bilhões em 2016

0
Secom

A agropecuária catarinense deve encerrar o ano com faturamento estimado em R$ 28,94 bilhões. O número representa o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), ou seja, o faturamento dos principais produtos da agropecuária em 2016. As estimativas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento são que o Valor Bruto da Produção Agropecuária do Brasil chegue a R$ 518,1 bilhões, e a região Sul deve ser responsável por quase 30% desse total. Este é o terceiro melhor resultado desde 1989.

No Brasil, as lavouras representam R$ 337 bilhões e a pecuária, R$ 180,8 bilhões. Já em Santa Catarina, o faturamento das lavouras é de R$ 12,3 bilhões, quase 7% a mais do que no ano passado. Os principais produtos são maçã, fumo, cebola, banana e arroz. A pecuária catarinense deve arrecadar R$ 16,5 bilhões, sendo alavancada pela produção de suínos, aves e leite.

Excluindo os efeitos da inflação, Santa Catarina teve uma queda de apenas 0,1% no Valor Bruto da Produção em comparação com 2015. No mesmo período, o VBP Agropecuário do Brasil caiu 2,6%, mostrando que a agropecuária catarinense teve um desempenho melhor do que a média nacional.

O secretário adjunto de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, explica que o Valor Bruto da Produção Agropecuária revela apenas o que foi pago aos agricultores e pecuaristas pelos produtos vendidos. “Quando incluímos o valor gerado por toda cadeia produtiva, somando os insumos, serviços e as riquezas geradas pela industrialização das matérias primas, o agronegócio tem uma participação superior a 21% no Produto Interno Bruto do Brasil e de aproximadamente 29% no PIB catarinense”, afirma.

Spies ressalta ainda que a agropecuária não está imune à crise financeira que afeta o país, mas os números revelam que, em Santa Catarina, a queda na produção do agronegócio foi menor do que a média nacional. “A reação catarinense se deve à grande diversidade de atividades agrícolas e agregação de valor pelas agroindústrias. Assim como a força do cooperativismo, setor que cresceu 11% em faturamento bruto no último ano”, disse.

O VBP de Santa Catarina se destaca em produtos como cebola (R$ 887,8 milhões), maçã (R$ 2,13 bilhões) e suínos (R$ 3,6 bilhões), tendo o maior faturamento do país. E no fumo (R$ 1,6 bilhões) e frangos (R$ 8,7 bilhões), que garantem o segundo maior faturamento do Brasil.

Compartilhar

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Sign up to our newsletter!